NA MIRA DA VERDADE 2016
Emissão Online
 

Estatuto Editorial da RCS

 1º - A Rádio Clube de Sintra (RCS) é uma estação emissora privada de radiodifusão que orienta a sua informação pelos princípios da liberdade, pluralismo e da independência, subordinando-se ao Código Deontológico dos Jornalistas Portugueses.

2º - A informação da RCS privilegia, no seu conteúdo, o rigor, a objetividade e a isenção de modo a possibilitar e garantir o confronto de diversas correntes de opinião, no máximo respeito pelas pessoas e pelo interesse Nacional bem da Região e Conselho em que se encontra inserida.

3º - A informação da RCS obriga-se, dentro do respeito pelos princípios legais e constitucionais, a exercer a sua atividade com sentido de responsabilidade, espírito de tolerância, atendendo ao pluralismo, direito de expressão das minorias (sempre em harmonia com a respectiva dimensão), mas com exclusão de qualquer incitamento à prática de crimes ou violação dos direitos fundamentais.

4º  - A RCS produz uma informação que distingue a notícia da opinião, dando voz às partes em confronto, salvaguardando sempre a aplicação de critérios jornalísticos da respectiva redação em geral e, em particular do respectivo chefe.

5º - A informação da RCS verifica, escrupulosamente, as fontes noticiosas utilizadas e procura identificá-las com precisão, reservando-se no entanto o direito de analisar, caso a caso, as circunstâncias excepcionais que possam justificar o recurso, nos termos da lei à respectiva confidencialidade, constituindo-se a informação da RCS em garante da sua autenticidade.

6º - A informação da RCS reconhece o direito de resposta, nas condições legais, a qualquer pessoa cujo o bom nome e reputação sejam afetados por factos inverídicos ou errôneos veiculados.

7º - A informação da RCS respeita o normativo da Lei Fundamental da Republica Portuguesa, segundo a qual o exercício dos direitos de liberdade de expressão e informação “não pode se ter impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura”, entendendo-se por censura a sonegação ilícita de informações, por razões políticas ou outras, e não a necessária e legítima è seleção de notícias.

8º - A informação da RCS compromete-se a contribuir, pela totalidade do seu conteúdo, para o reforço da identidade cultural da Região em que se encontra e do Conselho em que se insere.
9º - A credibilidade e responsabilidade dos jornalistas da RCS implica igualmente dinamismo e iniciativa. assim obter e difundir uma informação sólida e credível constitui uma preocupação essencial dos jornalistas da RCS.

10º - A RCS garante aos seus profissionais de jornalismo o pleno respeito dos princípios éticos consagrados pelo Estatuto do Jornalista e no Código Deontológico da profissão.

11º - O cumprimento deste Estatuto deverá ser objeto de análise periódica entre os jornalistas e o Diretor de Estação, de modo a obter-se a maior proximidade possível entre os princípios definidos neste documento e a sua aplicação prática.

newsletter
Copyright 2017 Rádio RCS